terça-feira, 16 de julho de 2019

Zilene Medeiros conta a história da Casa de Saúde São Camilo em livro e é empossada na ACJUS

A diretora do Grupo TCM Telecom Zilene Medeiros lançou, na noite da última sexta-feira, seu primeiro livro intitulado "Casa de Saúde São Camilo de Léllis: Pioneirismo e Resistência da Saúde Mental", publicado pela Sarau das Letras e que documenta a história da criação e dos primeiros 35 anos do hospital psiquiátrico fundado pelo médico Milton Marques de Medeiros com quem Zilene Medeiros dividiu a vida e a administração da instituição. O hospital hoje sob administração pública chega aos 50 anos de prestação de serviços a comunidade.

"Ao lado de Milton, aprendi a lutar nas adversidades da vida, como enfrentar e resistir com fé, uma trajetória de encontro ao um novo começo. Essa foi a razão de ter resolvido registrar o tempo vivenciado por 35 anos de uma história que completa este ano 50 anos de resistência e pioneirismo da saúde mental de Mossoró. Nesse momento são muitos os agradecimentos. E na impossibilidade de nominar cada um que contribuiu direta e indiretamente nas providências para edição do livro, e na realização desse evento, o meu mais íntimo sentimento de gratidão", proferiu Zilene ao lançar sua obra, explicando os motivos que a levaram a escolher a história da Casa de Saúde para ser sua primeira publicação literária. 

A noite memorável do lançamento do livro no Pátio das Antenas da TCM Telecom marcou também a entrada de Zilene Medeiros na Academia de Ciências Jurídicas e Sociais de Mossoró, a ACJUS, sendo a segunda ocupante da cadeira 4 que pertenceu ao professor Milton Marques, então fundador e vice-presidente da Academia.

"Depois de uma preleção de seqüenciadas circunstâncias, estou hoje, diante de reconhecida platéia, rememorando a data do dia 5 de novembro de 2014, quando da satisfação de Milton Marques, como sócio fundador, ver instalada a ACJUS, e nela tomar posse na cadeira 4 tendo como patrono o honrado professor Carlos Borges de Medeiros.  Estou aqui tomando posse na ACJUS para memorar Milton Marques com quem convivi por 47 anos, que em minha pessoa acreditou, comigo criou quatro filhas, superamos desafios, comemoramos vitórias, ou quantas vezes o vi, com humildade, prostrar-se de joelhos para agradecer a Deus.  Diante de tamanho exemplo não poderia recusar assumir, tomar posse como segunda ocupante da cadeira 4, quando fui indicada pela honrada congregação composta pelos confrades e confreiras da ACJUS", disse Zilene Medeiros, durante seu emocionado discurso de posse. 

Homenageada e aplaudida por sua história, as palavras da acadêmica Zélia Macedo bem resumem o sentimento e a emoção que pairaram sobre aquela noite iluminada. "Uma mulher upanemense que sempre se destacou por seu caráter e sua maestria de possuidora de uma capacidade indelével de sabedoria e determinação. É um perfil de acadêmica que vem somar em nossa ACJUS os valores aqui já semeados e produzidos. Zilene sempre foi e continua sendo merecedora de muitos vivas e aplausos", finalizou.
O evento foi transmitido ao vivo pelo Canal TCM HD e será tema do Première deste sábado, dia 20.

 Zilene Medeiros




FOTOS: RAYANNE MEDEIROS – TCM E CÉLIO DUARTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário