segunda-feira, 5 de março de 2018

Vereadora Eleika renuncia mais de R$ 1 milhão por meio de doação de salário e economia de verba indenizatória

Professora Eleika Bezerra. Foto. Verônica Macedo
Desde o início do seu primeiro mandato como vereadora, a Professora Eleika Bezerra doa integralmente o seu salário de parlamentar, conforme compromissos registrados em cartórios durante as campanhas eleitorais de 2012 e 2016, quando foi reeleita. Além disso, a vereadora também tem como uma de suas prioridades a economia da verba indenizatória destinada ao seu gabinete, por entender que é preciso ter responsabilidade com o dinheiro público. Somando estes recursos não-utilizados pela parlamentar, a soma ultrapassa o valor de R$ 1,1 milhão.

Em plenário, a parlamentar subiu à tribuna para prestar contas aos natalenses sobre os recursos financeiros doados e economizados por ela e pelo seu mandato. De acordo com os números apresentados pela vereadora Professora Eleika, nos cinco primeiros anos, ou seja, de 2013 até 2017, foram doados R$ 635.394,79 provenientes exclusivamente do seu salário para várias instituições do município de Natal, principalmente, as ligadas às áreas da educação e do idoso.

“Entendemos que é preciso ter responsabilidade e zelo com o dinheiro público. Por isso, também temos como uma das nossas prioridades a economia da verba indenizatória. Destes recursos, foram economizados R$ 534.984,27, ou seja, mais de 50% do valor total disponibilizado para gastos com material de expediente, limpeza, consumo, telefones, combustíveis e serviços”, disse a vereadora detalhando que, durante este período de cinco anos, os valores disponíveis para a utilização da verba indenizatória foram de R$ 1,056 milhão, sendo que, deste montante, R$ 534 mil foi economizado.

Somando estes dois recursos não-utilizados por nós, ou seja, a doação de salário e a economia da verba indenizatória, resulta no valor de R$ 1.170.379,06. O detalhamento destes valores – mês a mês – pode ser conferido em nosso site www.professoraeleika.com.br na aba de prestações de contas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário