segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Detran autua condutores duas vezes seguidas em mesma blitz da Lei Seca

A Operação Lei Seca do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) realizou duas blitzen durante o final de semana chegando a autuar por embriaguez ao volante dois condutores por duas vezes seguidas na mesma noite de fiscalização. As abordagens foram realizadas em Natal, na Rua Walter Duarte, no bairro de Capim Macio (da sexta-feira para o sábado), e em Parnamirim, na praia de Pirangi (do sábado para o domingo).

De acordo com informações repassadas pelo coordenador da Operação Lei Seca no RN, capitão Isaac Paiva, o primeiro caso do condutor que recebeu atuação duplicada se deu em Natal. “Ele foi abordado e se recusou a fazer o teste. Ao ser autuado, ele apresentou um condutor habilitado, entretanto, em vez de assumir o volante o recebedor devolveu a chave ao condutor autuado que assumiu o controle do veículo e saiu. Fomos atrás dele e novamente o abordamos, gerando a reincidência imediata”, relatou.

Já a segunda situação se deu na fiscalização realizada na praia de Pirangi, em Parnamirim. Nesse caso, o motorista se recusou a realizar o teste do etilômetro e foi autuado administrativamente por transgressão a Lei Seca. Ao apresentar um condutor habilitado para conduzir o automóvel ele foi liberado e a cerca de 500 metros da blitz o carro foi parado num posto de combustível e o condutor alcoolizado assumiu a direção do automóvel. “Como havíamos suspeitado que isso ocorreria, nós fomos atrás e presenciamos esse momento, sendo que novamente o abordamos e o autuamos por uma segunda vez”, contou o capitão Isaac.

A lei Seca prevê que nesses casos de reincidência por um período de até 12 meses a penalidade pecuniária tem o valor dobrado, ou seja, o condutor embriagado arca na primeira autuação com uma multa de R$ 2.934,70. Já na segunda autuação esse valor sobe para R$ 5.869,40, chegando as duas atuações a uma cifra de R$ 8.804,10, além das sanções administrativas como a suspensão ou cassação do direito de dirigir.

Nas duas blitzen realizadas pela Operação Lei Seca foram autuados 24 condutores, a quantidade de abordagens foi menor devido as chuvas que ocorreram na primeira blitz efetivada em Natal. “Uma informação importante sobre as blitz em Pirangi é que constatamos que ano após ano o número de condutores autuados por embriaguez, especificamente em Pirangi e proximidades, tem diminuído. Isso provavelmente se deve ao fato dos condutores têm a certeza de que serão fiscalizados, pois todos os anos já é tradicional o trabalho na região, o que inibe a prática da infração”, concluiu o capitão Isaac Paiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário