segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Professores de Moçambique conhecem projetos da UFRN para firmar novas parcerias

As potencialidades da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) para novas parcerias no ensino, na pesquisa e na extensão foram conhecidas pelos professores da Universidade Mondlane de Moçambique, Armando Lopes e Alda Costa, que visitam a instituição onde o professor ministra até esta segunda-feira, 25, o curso “Incursões linguísticas e discursivas ao texto” no Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA). Os representantes da universidade africana foram recebidos na última sexta-feira, 22, pela reitora da UFRN, Angela Maria Paiva Cruz, que ressaltou interesse em prospectar novas formas de parcerias para alavancar a cooperação entre países do hemisfério sul.

Atualmente, a UFRN dispõe de parcerias com universidades africanas principalmente na pós-graduação, e em outubro deste ano realiza no continente o primeiro processo de internacionalização da extensão por meio do programa Trilhas Potiguares. “Este é um passo importante em busca de novos conhecimentos e projetos para o Trilhas, que há mais de 20 anos promove efetiva interação com as comunidades do Rio Grande do Norte. Agora são abertas possibilidades para os alunos vivenciarem outras experiências e culturas”, citou a pró-reitora de Extensão da UFRN, Maria de Fátima Freire de Melo Ximenes.

Angela Paiva destacou a relevância da iniciativa e frisou a importância da solidariedade nas cooperações sul-sul. “Dividimos problemas cujas soluções podem ser compartilhadas, além de que o apoio mútuo contribui para o crescimento acadêmico em qualidade e quantidade”, afirmou. Os professores de Moçambique se disseram contentes por conhecer pessoalmente projetos da UFRN semelhantes aos da Universidade de Mondlane, com potencial de gerar futuras cooperações entre as instituições.
   



Informações da ASCOM – Reitoria/UFRN.  Fotos: Vitória Laís

Nenhum comentário:

Postar um comentário