quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Redepetro-RN debate cadeias de produção do RN em roda de discussão no Instituto Brasileiro de Petróleo

Nesta quinta-feira (31), o Instituto Brasileiro do Petróleo (IBP) promoveu uma roda de discussão com o tema “Um fator crítico para o futuro dos campos terrestres brasileiros”, onde a REDEPETRO-RN, representada pelo presidente Gutemberg Dias, foi participante.

O evento, realizado no Rio de Janeiro, é uma oportunidade de discorrer sobre os impactos do atraso na transferência dos campos para novos operadores na cadeia de fornecedores, já que a REDEPETRO-RN defende a abertura do espaço de produção, hoje ocupado em 97% pela Petrobras.

“Temos que extrair o óleo agora, no futuro podermos ter uma grande reserva, mas sem ter para quem vender, já que a matriz energética poderá ter mudado. Para se ter uma ideia, uma sonda funcionando gera quase mil empregos diretos e indiretos. Por isso, acreditamos que o reaquecimento do mercador tende a retomar parte dos empregos perdidos nos últimos anos”, afirma Gutemberg Dias.

A REDEPETRO-RN tem buscado alternativas de mobilização da sociedade civil para reiterar que ainda existe muito petróleo a ser extraído na bacia potiguar e, por isso, a abertura destes espaços poderá garantir a retomada da produção de petróleo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário