terça-feira, 20 de junho de 2017

PACTO DO OESTE POTIGUAR PELAS ÁGUAS DO SÃO FRANCISCO

Reunidos no Campus da UERN, em Pau dos Ferros/RN, a sociedade civil organizada, em suas mais diferentes representações, e a classe política dos estados do RN e PB trataram, durante a Audiência Pública da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado Federal, da Retomada das Obras da Integração de Bacias do Rio São Francisco relativas ao Eixo Norte, especialmente do Ramal do Apodi.

O semiárido nordestino, no qual se localiza nossa região, enfrentou a maior estiagem dos últimos 100 anos e a falta de água continua provocando sede, fome, miséria, trazendo de volta o fenômeno das migrações e a indústria da seca. Sabemos que a execução de 90% (noventa por cento) das obras de integração do São Francisco, cujo Projeto só foi retomado no início deste século, traz junto a esperança do povo nordestino, em geral, por dias melhores, mas não traz esse mesmo sentimento para o povo do RN, pois os potiguares não estão sendo contemplados diretamente pelo Projeto de integração das águas, até agora.

As regiões do Alto e do Médio Oeste Potiguar padecem com a ausência de água pela grande baixa nos principais reservatórios e até sua escassez total, a exemplo das barragens de Apodi e de Pau dos Ferros. Essa estiagem tem acarretado um drama que já ultrapassou o agronegócio e a agricultura familiar, atingindo a própria garantia da vida humana, haja vista a qualidade da água que estamos recebendo ser precária e em quantidade insuficiente.

Sensibilizados com as condições de miséria e drama provocadas pela falta d'água ou pela água de péssima qualidade que chega a grande parte de nossas casas, buscamos aqui não somente alternativas paliativas e que apenas protelam o sofrimento do povo com a insegurança na oferta das águas, mas buscamos, sobretudo, tomar, coletivamente, medidas e encaminhamentos que resolvam o problema da falta d'água na região do Oeste Potiguar.

Diante o exposto, o *Fórum do Oeste Potiguar pela Integração das águas do Rio São Francisco, formado por entidades representativas da sociedade e, em nome desta, *vem solicitar à classe política o comprometimento público, mediante assinatura deste Pacto, de que vão atuar, junto ao Governo Federal, garantindo, de imediato, a finalização do Projeto Executivo do Ramal do Apodi, com garantia mínima de previsão orçamentária e inclusão do custo da obra no orçamento do ano 2018, inclusive com recursos do Governo ou por meio de destinação de emendas coletivas da bancada potiguar.

No mesmo sentido e, propondo a formalização de um PACTO DO OESTE POTIGUAR PELAS ÁGUAS DO SÃO FRANCISCO, cujas ações nele previstas sejam decisivas para a construção do Ramal do Apodi, do Eixo Norte do Projeto de Transposição do Rio São Francisco, é que assinamos, junto com essas autoridades políticas presentes a esta Audiência, assim como aqueles políticos que apoiam esse Pacto, para que o referendem, formalizando um compromisso com a região Oeste e com o RN, garantindo neste momento, e também publicamente, o comprometimento e o empenho para a construção do Ramal do Apodi.

*Fórum do Oeste Potiguar pela Integração do Rio São Francisco
Pau dos Ferros, 20 de junho de 2017.

Assinam esse documento os parlamentares federais, estaduais e autoridades do RN presentes à Audiência e os que também referendam o PACTO DO OESTE PELAS ÁGUAS DO SÃO FRANCISCO:




Com informações do amigo professor Gilton Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário