sábado, 12 de março de 2016

Hermano convida para sessão solene pela Campanha da Fraternidade próxima segunda-feira

O deputado estadual Hermano Morais (PMDB) será o propositor da Sessão Solene em homenagem a Campanha da Fraternidade 2016, a ser realizada na próxima segunda-feira (14), a partir das 10h, no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte.

Com o tema “Casa comum, nossa responsabilidade”, sob o lema: “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Amós 5.24), a Campanha da Fraternidade 2016 foi lançada mês passado em todo o país. O tema foi escolhido a partir dos mais recentes acidentes ecológicos e desastres naturais ocorridos no Brasil e, também, com base na Encíclica assinada pela Papa Francisco no ano passado.

A Campanha da Fraternidade nasceu no Rio Grande do Norte, no distrito de Timbó, em Nísia Floresta, e hoje é uma iniciativa que atinge todo país. A crise hídrica e os desastres naturais do ano passado, serviram de inspiração para a escolha do tema, segundo o arcebispo metropolitano Dom Jaime Vieira Rocha. No Rio Grande do Norte, a coordenação das ações da Campanha da Fraternidade ficará sob a responsabilidade do padre João Maria Nascimento.

Dom Jaime destacou que é preciso o envolvimento de toda a população na defesa do Meio Ambiente, no uso consciente da água e na correta destinação final do lixo doméstico e hospitalar. “A responsabilidade é de todos. A casa é comum”.


Lançamento Mundial

“O acesso à água potável e ao esgotamento sanitário é condição necessária para a superação da injustiça social e para a erradicação da pobreza e da fome, para a superação dos altos índices de mortalidade infantil e de doenças evitáveis e para a sustentabilidade ambiental”.

Com essa mensagem, o papa Francisco convidou as pessoas a se mobilizarem, a partir de suas comunidades, para promoção da Justiça e do direito ao saneamento básico, na Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016.


Objetivos Gerais

- Assegurar o direito ao saneamento básico para todas as pessoas  e empenharmo-nos, à luz da fé, por políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro de nossa Casa Comum.

- Saneamento Básico: segundo dados da CNBB, 1 bilhão de pessoas ao redor do mundo fazem necessidades fisiológicas a céu aberto. Mais de quatro mil crianças morrem por ano por falta de acesso à água potável e saneamento básico. O Brasil está entre os 20 países do mundo nos quais as pessoas tem menos acesso aos banheiros, fazendo necessidades ao relento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário