quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Foliões não devem descuidar da saúde durante o carnaval

Lembrar de pequenos cuidados, como hidratação e preservativo, é fundamental para garantir diversão com saúde

Neste ano o carnaval ocorre oficialmente na primeira semana de fevereiro, mas os blocos já tomam conta das ruas da cidade há algumas semanas em um clima de pré-carnaval. O capricho na customização do abadá do bloco, a atenção nos detalhes finais no desfile da escola de samba, tudo isso é importante para garantir uma festa bonita e bem apresentada. Mas também é preciso tomar alguns cuidados com a saúde para que a diversão seja completa.

De acordo com o gastroenterologista do Hapvida Saúde, José Marcos Costa, um dos maiores cuidados que se deve ter está relacionado à hidratação e alimentação. “Antes de sair para um bloco, um desfile ou um baile de carnaval, onde se supõe que vamos gastar bastante energia, o ideal é estar alimentado de maneira leve, dando preferência aos legumes, verduras e carnes grelhadas. Nada de frituras ou alimentos muito gordurosos”, orienta o médico. Outra dica é ingerir bastante líquido. De preferência, água e sucos de frutas. “Especialmente se você for atrás de um bloco de carnaval ao ar livre, durante o dia. Estar bem hidratado é fundamental para seguir a folia sem complicação”, alerta o médico, que ainda destaca que negligenciar essas orientações pode resultar em complicações comuns, porém bastante desagradáveis como sensação de estofamento, enjoo e desconforto gástrico.

ÁLCOOL – A dica sempre é a moderação. Os medicamentos que prometem proteger da ressaca quase sempre não funcionam, pois o álcool desidrata o organismo e agride vários sistemas do corpo, em especial o digestivo e hepático. “A ressaca acontece justamente por causa da desidratação. Daí os sintomas como a dor de cabeça e a sede constante, por exemplo. Medicamentos como o paracetamol não ajudam, pois acabam agredindo mais o fígado. A melhor alternativa é a ingestão de líquido e o repouso,podendo também optar por um protetor gástrico que pode ajudar a cicatrizar as agressões no estômago causadas pelo álcool”, recomenda o médico. Outras combinações que podem ser perigosas é o consumo exagerado de energéticos e álcool, bem como o consumo de alimentos gordurosos, como sanduíches com molhos e maionese, depois da ingestão de álcool.

PROTEÇÃO – As campanhas lembrando da importância do uso da camisinha em todas as relações sexuais, como prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, sempre são reforçadas no carnaval, então não há desculpas para deixar o preservativo de lado que, geralmente, é distribuído gratuitamente durante os festejos de rua. Roupas leves, confortáveis e o protetor solar também são itens indispensáveis para garantir um carnaval com mais saúde e alegria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário