quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Nota de esclarecimento

O Governo do Estado informa que colocou-se à disposição para receber o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário (Sintro-RN) para discutir, conjuntamente com a categoria, medidas que visem a melhoria da segurança nos transportes públicos e evitar, desta forma, a paralisação dos serviços, com prejuízos à população.

Apesar da abertura do diálogo e do permanente interesse em buscar soluções para os problemas apresentados pela categoria, o Governo do Estado lamenta que tenha sido mantida a decisão de paralisar os serviços de transporte.

O Governo do Estado lamenta ainda que a presidência do Sintro tenha faltado à reunião realizada, no mês de maio, no Gabinete de Gestão Integrada Estadual da Sesed, quando estiveram presentes representantes do próprio Sintro/RN, do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos (Seturn) e representantes das Empresas (Setrans) com o objetivo de discutir o plano de ação que garanta mais segurança ao profissional do transporte público e seu usuário.

No encontro, o Governo propôs a ativação de um Fórum Permanente, a ser composto pelos órgãos de segurança pública e sindicatos, que possibilite a apresentação de propostas e execução de operações focadas neste segmento.

Também foi acertado que todas as instituições participariam com envio de informações para criação de um banco de dados único e confiável sobre este tipo de ocorrência, de forma a evitar divergências nas estatísticas, tendo em vista que alguns profissionais do transporte não realizam o registro do boletim de ocorrência. Informações que, até o momento, não foram enviadas pelo Sintro, o que inviabiliza a execução das propostas.

Por último, é preciso reiterar que os dados oficiais demonstram que as ocorrências envolvendo transportes públicos registram uma significativa queda em 2015 quando comparado com 2014, e que o Governo tem empreendido todos os esforços para que essa redução seja permanente. O Governo do Estado reitera que permanece aberto ao diálogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário