quinta-feira, 28 de março de 2013

Deputado Gustavo Carvalho pede instalação de companhia da PM para Baraúna


BARAÚNA – Situada na divisa do Rio Grande do Norte com o Ceará, a 29 quilômetros de Mossoró, a cidade de Baraúna está passando por uma realidade preocupante, não só para quem reside no município, mas para os que precisam se deslocar diariamente para trabalhar em uma das muitas empresas e fábricas que se instalaram na região devido o alto índice de violência que tem assolado à população daquela cidade.

Preocupado com o agravamento no sistema de segurança do município, o vice-presidente da Assembléia Legislativa, deputado Gustavo Carvalho (PSB), defendeu junto à governadora, Rosalba Ciarline, secretario da Segurança Pública e da Defesa Social, delegado Aldair Rocha e ao Comandante Geral da Policia Militar, coronel, Francisco Canindé de Araújo Silva, a criação de uma Companhia da Policia Militar no município de Baraúna.  

Na opinião do parlamentar, o sistema de segurança de Baraúna, precisa urgentemente de reforço com a instalação de uma Companhia de Policia Militar com motos, carros, armamento para garantir a segurança da população.

A imprensa tem noticiado que a população de Baraúna esta a mercê da bandidagem, tem comerciantes que já foi assaltado dois vezes só este ano, na periferia muitos trabalham com portas fechadas e apenas uma janelinha aberta, temendo a ação de criminosos.

Assassinatos, assaltos, tiroteios, falta de policiamento, arrombamentos e tráfico de drogas é o que vem acontecendo na cidade, associados a um silêncio profundo dos moradores, que, com medo da violência, preferem não manifestar seus sentimentos e revoltas.

“Baraúna dispõe de poucos policiais militares por plantão, para fiscalizar uma área de 825.802 km², torna-se praticamente impossível atender uma população de quase 26 mil habitantes, somada a uma população flutuante de quase oito mil trabalhadores que diariamente precisam do atendimento da polícia”, justificou o deputado.

Agência do Banco do Brasil já foi assaltada sete vezes nos últimos anos em Baraúna. Acredito que somente com a instalação de uma Companhia de Policia Militar, a segurança da região e o mais importante tranqüilidade para o povo será devolvida.

“A instalação dessa Companhia de Policia Militar para Baraúna é mais do que necessária já que a cidade tem sido um alvo constante dos bandidos”, opinou o parlamentar. 


Deputado cobra “auxilio fardamento” para agentes penitenciários do RN

Se depender da luta do vice-presidente da Assembléia Legislativa, deputado, Gustavo Carvalho (PSB), os mais de 1.000 agentes que formam o Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte, vão passar a receber o auxilio fardamento pelo Governo do Estado via Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SEJUC).

O agente penitenciário tem complexas atribuições, como manter a ordem e a segurança nas unidades prisionais, além de escoltas de sentenciados, ronda periódicas, controlar entrada e saídas de pessoas e veículos no sistema prisional do Rio Grande do Norte formado por vários estabelecimentos penitenciários do Estado.

“Estou defendendo ao Governo do Estado que remeta a Assembléia Legislativa projeto de lei para instituir o “Auxilio Fardamento” para os agentes penitenciários. “Não tenho duvidas de que a matéria terá aprovação unânime na Assembléia Legislativa porque o benefício é justo para a categoria que agora depois do ultimo concurso recebeu mais de 500 novos profissionais, somando-se hoje um contingente de quase 1.000 Agentes Penitenciários.

Atualmente, os mais de 1.000 Agentes Penitenciários que atuam nos Presídios, Cadeias Públicas e Centros de Detenções Provisórias (CDP) do RN compram a própria farda, coturnos, algemas e armamento para desenvolver suas atividades profissionais.

“Com um fardamento apropriado a presença do agente penitenciário estará devidamente identificada, facilitando a realização dos seus serviços e assim valorizando e prestigiando a categoria”, justificou o parlamentar.

Gustavo Carvalho tem constantemente defendido melhorias para o sistema de segurança do estado como também melhorias de trabalho para os policiais militar, civil, corpo de bombeiro e agentes penitenciários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário