sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

"Senador José Agripino foi muito egoísta" diz Robinson Faria

Em entrevista ao Jornal de Hoje, o vice-governador Robinson Faria (PSD) demonstrou todo seu ressentimento com o líder democrata, senador José Agripino Maia, no que considerou “a maior ingratidão e injustiça já vista na história política do Rio Grande do Norte”.

“No primeiro ano de governo, o vice-governador é obrigado a sair do governo por ter cometido o equívoco de confiar num grupo político que só viu a importância dele quando precisou da vitória”, disse Robinson.

Diante do rompimento com a gestão estadual, o vice-governador tachou Agripino Maia de egoísta. “Quando resolveu formar um grupo de políticos, formar uma aliança poderosa para enfraquecer a mim e o PSD, jogando o governo contra a militância de prefeitos, vereadores e deputados, que queriam ingressar no PSD ou já eram do PMN, que foi tão cobiçado e cortejado por ele e a governadora, para ser o parceiro fundamental da vitória. Isso chegou ao ponto de tornar impossível a convivência política entre mim e a governadora, pois ela foi contaminada pelo veneno deste grupo, liderado pelo senador José Agripino”. Fonte: Robson Pires.

Nenhum comentário:

Postar um comentário